quarta-feira, fevereiro 01, 2006

Caminhar e Conhecer

O ser humano bem cedo praticou a marcha e construiu caminhos, pelo que podemos dizer sem medo de errar, que o caminhar é tão antigo como a humanidade. As calçadas romanas e as vias medievais são um bom exemplo do património construído, aproximando povos e lugares através da marcha.

O pedestrianismo, com forte evolução nestes últimos anos em Portugal,
permite desfrutar aqueles e outros caminhos, em contacto íntimo com a natureza, de uma forma descontraída, que não estava acessível aos nossos antepassados. Eram os tempos do – “ caminheiro faz caminho caminhando “, em que as vias de comunicação eram um duríssimo meio para atingir distantes objectivos, numa senda cheia de perigos e com pressa de chegar.

O nosso país, oferece como poucos um leque de variadíssimas escolhas. Desde a diversidade da sua floresta mediterrânica, à beleza do sistema montanhoso, a par do património cultural e construído, Portugal torna-se no mais completo estádio de pedestrianismo. Dos solares às casas de colmo, das ermidas aos cruzeiros, das azenhas aos moinhos, das pontes às poldras, das eiras aos fojos do lobo e dos prados de lima ao comunitarismo das povoações serranas, tudo é possível de visitar se partirmos à sua descoberta.

É este riquíssimo leque de atracções que tornam este desporto sugestivo. Onde se conjuga a prática desportiva, ausência do espírito competitivo, com a camaradagem e o interesse cultural de quem o pratica, ao mesmo tempo acessível a todas as idades e camadas sociais.

Paralelamente, no montanhismo, onde os desníveis exigem esforço, procuraremos fazer dos trilhos um meio para saciarmos a nossa paixão de aventura e procurar a liberdade no cimo da cumeada, respeitando a personalidade própria de cada serra.

Contribuiremos para a divulgação e desenvolvimento destas actividades, eventualmente numa colaboração com outros grupos e clubes.Daremos especial atenção a caminhos e lugares ligados a factos históricos, com relevo para a cidade do Porto, levando-nos a um conhecimento mais profundo sobre o nosso património.



2 Comments:

At 08:24:00, Anonymous Anónimo said...

Amigo Jorge,
Já é um começo, e de boa qualidade.Esperam-se novos desenvolvimentos.
Um abraço
M.Augusto

 
At 14:04:00, Anonymous Anónimo said...

O vosso grupo faz percursos com muita imaginação. São sempre muito interessantes.
LG

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home